Quarta-feira, 24 de Agosto de 2011

Com a crise confortavelmente instalada em Portugal, e sem dar sinais de pretender sair tão cedo, as famílias portuguesas precisam de todas as ajudas para poupar. Na altura do regresso às aulas, que é de despesas extra, convém ter presente o que poderá deduzir no IRS deste ano. Não se esqueça que as regras mudaram.

«Os limites das deduções foram reduzidos, pelo que, na hora do acerto de contas com o fisco, em 2012, das duas, uma: ou pagam mais imposto ou recebem menos reembolso», lembra a associação de defesa do consumidor DECO.

Em 2011, o Fisco permite deduzir à colecta até 30% das despesas de edu¬cação e formação profissional do contribuinte e seus dependentes, com o limite de 760 euros. 

Em famílias com 3 ou mais dependentes, o patamar sobe 142,50 euros por cada elemento, desde que todos sejam estudantes e apresentem despe¬sas de educação ou formação. Assim, uma família constituída por pai, mãe e 3 filhos estudantes tem um acréscimo de 427,50 (3 × 142,50). Logo, pode deduzir um total de 1.187,50 euros (427,50 + 760). 

Mas para deduzir, é preciso guardar «todos os comprovativos de des¬pesas com propinas, taxas de inscrição, livros, computadores, etc», lembra a DECO.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/



publicado por adm às 00:15 | link do post | comentar

tags

actualidade

apoios

atualidade

benefícios fiscais

crise

custos

dicas para poupar dinheiro

educação

ensino superior

livros

livros escolares

manuais escolares

material escolar

noticias

portugal

regresso às aulas

saúde

universidade da terceira idade

vagas

verão

todas as tags

links
subscrever feeds