Domingo, 4 de Setembro de 2011

Em tempo de regresso às aulas, comece por ensinar aos seus filhos as lições da Redução, Reutilização e da Reciclagem. Poupe dinheiro, recursos e o Ambiente com as escolhas certas no momento de adquirir os materiais escolares, pondo em prática estas dicas:

- Se tiver mais do que um filho, promova a troca, ou mesmo a partilha, de materiais entre eles e entre primos, vizinhos, filhos de amigos, etc.;
- Opte preferencialmente por materiais reciclados e recicláveis (como, por exemplo, os cadernos);

- Sempre que possível, escolha artigos de produção nacional;
- Prefira as mochilas, robustas, em tela reutilizada, poliéster reciclado ou mesmo restos de tecidos, podendo ser criada em casa! Mais personalizado não há!
- Separe, com o(s) seu(s) filho(s), as folhas em branco que sobraram dos cadernos do ano anterior, faça-lhes dois furos e prenda com um cordel, ficando, assim, com um bloco de folhas novo;

- Faça o mesmo se tiver folhas impressas só de um lado, reutilizando o verso, para apontamentos e/ou exercícios;
- Recupere os dossiês de argolas forrando as capas com tecidos, papéis de embrulho ou recortes com os ídolos dos seus filhos, retirados de revistas ou posters;
- Se tiver de adquirir uma calculadora, escolha uma com painel solar, caso contrário, use pilhas recarregáveis;

- Em vez de lápis dê preferência a lapiseiras;
- Escolha esferográfica para a qual existam no mercado cargas para substituir;
- O estojo, de fecho robusto, é essencial para não perder o material escolar;
- Separe os livros escolares do ano anterior e ofereça-os para os programas de troca ou de distribuição gratuita que poderão existir na escola ou no seu município (ex. biblioteca pública);
- Estabeleça critérios e um limite para os itens a comprar;

- Dê preferência ao comércio local de forma a evitar deslocar-se de automóvel;
- Promova os lanches não embalados, como as sanduíches caseiras, peças de fruta ou bolachas embrulhadas em guardanapos de pano ou colocadas em caixas de plástico.

Muitas vezes, associado ao regresso à escola está o reformular do guarda-roupa da criança/jovem pois avizinha-se uma nova estação. Assim aponte estas dicas:

- Compre roupa e calçado robusto e em tamanhos que tenham em conta o seu crescimento e a roupa que meterão por dentro dessa peça, pelo menos para a estação em causa;
- Avalie da possibilidade de entregar roupa e/ou calçado a crianças/jovens de idades/tamanhos inferiores, sejam familiares, vizinhos, ou filhos de amigos seus. Faça o mesmo se tiver conhecimento de roupas ou calçado de pessoas das suas relações e que ficarão desaproveitados por já não servirem, e cujas medidas se apropriam ao seu descendente;

- Não se prenda com as decorações, nas peças de roupa ou calçado, que passam de moda, limitando o interesse no futuro, pelas mesmas. Prefira peças mais neutras;
- Tricote camisolas de lã para os seus filhos. As horas gastas na sua elaboração dão-lhe a certeza do seu carinho!

- Opte por peças de roupa mais versáteis, que o seu proprietário possa usar mais vezes. Já chega as crianças e jovens cresceram tão rapidamente, não condicione ainda mais o uso dos seus pertences!
E, finalmente, sensibilize-os para a necessidade de estimarem aquilo que agora recebem pois não é viável receberem outros objectos equiparáveis tão cedo! Terão de poupar a sua bolsa e o ambiente! É já uma lição para a vida! A primeira deste novo ciclo de estudos!

fonte:http://www.correiodominho.com/cronicas.php?id=3058



publicado por adm às 22:19 | link do post | comentar

tags

actualidade

apoios

atualidade

benefícios fiscais

crise

custos

dicas para poupar dinheiro

educação

ensino superior

livros

livros escolares

manuais escolares

material escolar

noticias

portugal

regresso às aulas

saúde

universidade da terceira idade

vagas

verão

todas as tags

links
subscrever feeds